17
out
10

estourada gráfica do panfleto criminoso

Pessoa jurídica tem forma específica de contribuir com campanhas eleitorais. Não se pode exibir outdoor em empresas, por exemplo. Também não pode mandar fazer panfletos, ou o seu valor deve ser contabilizado como doação para a campanha. Uma Igreja não pode pagar por panfletos. Algo está errado nessa participação de algumas igrejas paulistas flagradas na blitz que ora mostramos. Assista no link:http://www.youtube.com/watch?v=THvAV30BQp8

Anúncios

1 Response to “estourada gráfica do panfleto criminoso”


  1. outubro 17, 2010 às 5:02 pm

    Ao longo da História, nos últimos 16 séculos, com a criação da hierarquia da Igreja Católica, como forma de cooptação religiosa do Império Romano, no século IV, uma vez que não conseguiram destruir o cristianismo com todas as perseguições e massacres, os donos do poder passaram a incorporar a seita sob seu controle e torná-la sua oficialmente. Desde então, os servidores da mesma tiveram que seguir os mandamentos da classe dominante e seguir suas determinações. Para qualquer insubordinação e/ou outra seita, criaram a Santa Inquisição e todos os rebeldes ou mesmo os que dentro da fé não seguissem as doutrinas e dogmas impostos, eram considerados hereges sofrendo perseguição, repressão e, até torturas e mortes horrorosas, em público. Com a dita modernidade, mudaram algumas aparências para não parecerem tão sórdidos, procurando alguma adaptação mas estando sempre aliados aos oligarcas modernos e os senhores imperiais. Assim foi que a alta cúpula e seus representantes em quase todos os países do planeta, que o catolicismo conseguiu se difundir, sempre esteve apegada ao poder, apoiando as classes dominantes. Na Idade Média a Igreja Católica abençoou a repartição do mundo entre dois impérios – Tratado de Tordesilhas – e a escravidão, considerando negros e índios espécies inferiores. As mulheres, até hoje, em pleno século XXI são proibidas de exercer cargos na hierarquia e mesmo professar cultos, etc. São destinadas, segundo eles conforme ensina a bíblia, a serem obedientes aos seus senhores, sejam os maridos ou outros superiores masculinos.
    Para não ir mais longe, na segunda grande guerra, o papa Pio XII e seus bispos, tiveram contato e colaboração com o nazismo de Hitler. Padres e outros elementos da ordem católica, combateram de armas os republicanos, ao lado do fascista Franco e foram, recentemente, beatificados por Bento XVI, que também pretende canonizar Pio XII. Bento XVI, quando jovem, assim como toda sua família, serviu nas hostes hitlerianas. Em Cuba, por ocasião da Revolução contra o ditador Fulgêncio Batista, apoiado pelos EUA, a Igreja ficou ao lado do poder e colaborou ativamente para lutar contra os guerrilheiros e, depois, vencida a Revolução, lutaram, sempre, para derrubá-la. Recentemente, de forma bem explícita, o arcebispo de Tegucigalpa se juntou, fervorosamente, ao lado dos golpistas que derrubaram o governo popular eleito democraticamente. O mesmo aconteceu ao longo de toda a década dos l960/70/80 por toda a América Latina, particularmente no Brasil em que organizaram até marchas, ao lado dos maiores conspiradores contra a ordem, como TFP, CCC, Embaixada dos EUA e lacaios locais para derrubar o governo popular de João Goulart que, depois, foi assassinado a mando da ditadura que vigiu por mais de duas décadas.
    Então, o que acontece agora, nesse 2º turno das eleições presidenciais, não é novidade nenhuma!
    A hierarquia da Igreja Católica, para não perder a pose, patrocina o candidato mais reacionário e representante dos interesses do império ianque no Brasil, que quer se apoderar do que ainda resta de nossa soberania e aquinhoar nossas riquezas que são enormes, principalmente com a descoberta da imensa reserva petrolífera do pré-sal. Isto é, quando algum padre ou bispo se põe ao lado dos pobres ou defende a pátria, proibem-no de se manifestar, obrigando-os ao silência, no mínimo, como fizeram com Leonardo Boff e outros, mas, em se tratando de ajudar as oligarquias dominantes, então é diferente e põem, é verdade que não todos, sua infra-estrutura e usam da boa fé dos fiéis para induzir o povo a votar em seus próprios algozes. O flagra na gráfica do bairro Cambuci, em São Paulo, não deixou margem a nenhuma dúvida: encomenda de bispos de Guarulhos da Igreja Católica de milhões de panfletos difamatórios, mentirosos e asquerosos contra a candidata Dilma Rousseff, que, aliás, já tinham sido distribuídos em Aparecida do Norte, no dia mais importante, 12 de outubro, quando centenas de milhares acorrem para comemorar o dia da Padroeira do Brasil, inclusive com a presença hipócrita do próprio candidato e sua equipe. E o candidato da direita, que sempre se havia confessado ateu, de repente, para ludibriar fiéis cristãos, se faz de beato e beija a santa, etc. Será que conseguirão enganar tanta gente? De qualquer forma, será, pelo menos, que as autoridades da Justiça Eleitoral, Ministério Público e outras competentes, não vão tomar nenhuma providência para punir todo esse descalabro e coibir de vez tais práticas demoníacas???
    Que o povo desperte e não faça confusão, dando um chega pra lá nessa reação fascista!!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: